A cidade

O 19° CBCat será realizado no Centro de Convenções da Universidade Federal de Ouro Preto, um espaço estruturado para a elaboração de eventos nacionais e internacionais, com grandes auditórios e salões que permitem a realização de um evento confortável e agradável.

A cidade de Ouro Preto foi escolhida como sede do 19° Congresso Brasileiro de Catálise, devido à sua infraestrutura e ampla rede hoteleira, além dos seus atrativos históricos e turísticos. A cidade é, ainda, localizada a poucos quilômetros de Belo Horizonte, contando assim com o acesso através do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins-Belo Horizonte.

Ouro Preto teve sua origem no Arraial do Padre Faria, por volta de 1698, sendo que em 1711 o arraial foi emancipado e o nome Vila Rica foi adotado. Já em 1720 a vila foi escolhida para ser a capital da nova capitania de Minas Gerais. Após a Independência do Brasil, Vila Rica recebeu o título de Imperial Cidade, conferido pelo Imperador D. Pedro I, tornando-se oficialmente capital da então província das Minas Gerais e passando a ser designada como Imperial Cidade de Ouro Preto. O nome Ouro Preto foi adotado em 20 de maio de 1823, quando a antiga Vila Rica foi elevada a cidade. “Ouro Preto” vem do ouro escuro, recoberto com uma camada de óxido de ferro, encontrado na cidade.

A cidade de Ouro Preto foi declarada Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela UNESCO em 1980. Ouro Preto é conhecida por seu patrimônio histórico e pela famosa arquitetura colonial, ocupando um lugar de destaque no cenário de turismo. Seu conjunto urbano extremamente preservado, que remonta ao século XVIII, incluem igrejas, casarões e museus, sendo ela considerada uma das mais importantes cidades históricas brasileiras. Embora a maior parte do turismo seja voltada para a arquitetura e história, o município possui um rico e variado ecossistema em seu entorno, com cachoeiras, trilhas e uma enorme área de mata nativa.

Ouro Preto, além de possuir o maior conjunto homogêneo do Barroco no mundo e uma enorme gama de belezas naturais, tem a particularidade de ser uma cidade universitária, com estudantes da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) vindo das mais variadas cidades de Minas Gerais e do Brasil, agregando uma diversidade cultural ímpar.